Saiba a diferença entre NF-e e NFC-e

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
NF-e e NFC-e site
Entenda quais as diferenças entre a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e a Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Entenda a diferença entre NFC-e e NF-e. Começamos a ver suas diferenças nos nomes. NF-e se trata da Nota Fiscal Eletrônica, já NFC-e, é a Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica.

A NF-e é voltada para a venda de produtos. Surgiu em 2006 e atualmente seu uso é obrigatório. Se trata de um documento digital, no formato “.xml”, que substitui as notas fiscais 1 e 1-A. A Assinatura Digital do Remetente é a garantia da validade jurídica da NF-e, e pra isso, é necessário a autorização do fisco, portanto as empresas precisam se inscrever no Sefaz (Secretária da Fazenda) de seu estado, baixar um software gerador de notas fiscais e possuir um certificado digital.

Para gerar uma NF-e, é bem simples. O emissor cria um arquivo “.xml”, envia via internet ao órgão estadual, que valida o arquivo, manda para a Receita Federal e disponibiliza para a consulta das partes , nas quais precisam ter uma chave de acesso. O DANFE (Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica) pode ser impresso após a autorização da Sefaz.

A NFC-e também é um documento digital, que é emitido e armazenado de forma eletrônica, e transmitido em tempo real. A NFC-e substitui o cupom e a nota fiscal de venda entregue ao consumidor depois da compra de certo produto, ela gera um arquivo que contém todas as informações da compra e pode ser utilizada em vendas comerciais presenciais ou em entregas a domicílio. Com a NFC-e, o consumidor pode consultar na internet a veracidade do documento através de um QR Code. Uma enorme vantagem, é a redução de custos operacionais, já que as impressoras não precisam ser credenciadas, facilitando assim, a criação de novos caixas. Para emitir uma NFC-e, é preciso acesso a internet, um certificado digital que tenha o CNPJ da empresa, ser credenciado na Sefaz como emitente de nota, possuir um software de emissão e solicitar o CSC (Código de Segurança do Contribuinte).

Compartilhar post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Preciso de ajuda?
Entre em Contato